Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

** Revista História da Educação

 
Revista História da Educação

ISSN 1414-3518

Orientações aos colaboradores

A Revista História da Educação - RHE, mantida pela Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação - Asphe/RS - é publicada desde 1997. Já foram disponibilizados 32 números, distribuídos em 15 volumes, que contaram com a participação de autores nacionais e estrangeiros.

A revista encontra-se classificada na base de dados Qualis/Capes, como "periódico B1" (Educação) . Está indexada no Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal - Latindex: http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?opcion=1&folio=19560 e em Sumários.org: http://www.sumarios.org/revista.asp?id_revista=393&idarea=5.

A RHE é apresentada em formato impresso e digital. O processo de submissão, avaliação, edição e publicação é feito, unicamente, por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - Seer/OJS , hospedado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no endereço http://seer.ufrgs.br/asphe. Para tanto, é preciso cadastrar-se no sistema. Isso pode ser feito no seguinte link: http://seer.ufrgs.br/asphe/user/register.

São aceitos para publicação:
a) artigos relacionados à história e historiografia da educação, originados de estudos teóricos, pesquisas, reflexões metodológicas e discussões em geral, pertinentes ao campo historiográfico;
b) trabalhos encomendados e traduções;
c) resenhas, no âmbito das quais espera-se a apresentação do conteúdo e comentários acerca de publicações recentes ou obras reconhecidas academicamente;
d) documentos, materiais considerados importantes e de difícil acesso que possam servir de subsídio para estudos.

O texto deve ser inédito, de autores brasileiros ou estrangeiros e escritos em língua portuguesa ou espanhola.

O texto recebido será submetido, anonimamente, a dois integrantes do comitê editorial ou a pareceristas ad hoc, sendo necessária a dupla aprovação para a sua publicação. No caso de divergência entre os pareceres, o texto será encaminhado para um terceiro parecerista. Os critérios para seleção do texto levam em conta: a) aspectos formais do texto; b) atualidade e relevância da temática; c) originalidade e ineditismo; d) indicação clara dos objetivos, e) metodologia da pesquisa, f) discussão teórica atualizada; g) adequação da bibliografia; h) relevância dos documentos a publicar ou a anexar.

As traduções devem se fazer acompanhar de autorização do autor e da editora pela qual, eventualmente, já tenham sido publicadas.

Aos autores de cada texto serão fornecidos, gratuitamente, três exemplares do número da revista em que o texto foi publicado. Para as resenhas e documentos, cada autor receberá dois exemplares.
Veja, na seqüência, as orientações para o envio de texto.

Orientações para o envio de texto
Como e para onde enviar o texto?
O texto deve ser enviado, exclusivamente, por meio eletrônico disponível no portal da revista: http://seer.ufrgs.br/asphe

Para cadastrar-se nas categorias autor e avaliador, acesse o link http://seer.ufrgs.br/asphe/user/register.

Qual o formato do arquivo?
O arquivo deve ser enviado em formato Word for Windows, com as seguintes configurações:
a) fonte Arial;
b) tamanho 12;
c) margem esquerda com 4cm;
d) margens superior, inferior e direita com 3cm;
e) espaço entrelinhas 1,5.

Não insira sinais, símbolos, tabulações ou marcadores.

Qual a extensão do texto?
Para artigos e ensaios, sem contar o resumo, a extensão máxima é de 60.000 caracteres, com espaços.

Para resenhas, a extensão máxima é de 17.000 caracteres, com espaços.

O que o texto deverá, necessariamente, conter?
O texto, necessariamente, deve conter:
a) título em português, espanhol, inglês e francês, centralizado e em maiúsculas;
b) nome dos autores, centralizado;
c) resumo e palavras-chave em português, espanhol, inglês e francês;
d) ao final do texto, informação acerca do autor.
Qual a extensão dos resumos? Os resumos devem ser apresentados em quatro idiomas: português, espanhol, inglês e francês e devem ter, no máximo, cada um deles, 800 caracteres, com espaços.

E as palavras-chave?
Os resumos devem ser acompanhados por palavras-chave, também nos quatro idiomas (português, espanhol, inglês e francês).

Quais informações acerca do autor devem ser apresentadas?
Ao final do texto, o autor deve apresentar uma breve nota curricular na qual conste, pelo menos:
a) vinculação institucional;
b) endereço postal;
c)e-mail.
Exemplo:
Xxxxx xxxxxx é professor na Universidade de xxxxxxx, doutor em Educação pela Universidade xxxxxxxx. Publicou xxxxxxx (2005) e xxxxxxxxx xxxxxx (2003).
Contato: Avenida Brasil, 30 - 97001-970 - Brasília - DF, e-mail: xxxxxxxxxx@gmail.com

É possível usar ilustrações?
O uso de ilustrações deve restringir-se ao estritamente necessário e imprescindível. Quando for o caso, devem ter sua posição definida no texto pelo autor, com a devida numeração, titulação e apresentação das referências que lhes correspondem.
As ilustrações devem ser enviadas em arquivos separados, em formato TIF ou JPEG, e com definição de 300 DPI.
Se julgadas imprescindíveis, as ilustrações serão publicadas em preto e branco.

Como apresentar citações?
As citações devem seguir os seguintes critérios:
a) citações textuais de até três linhas devem ser incorporadas ao parágrafo, transcritas entre "aspas", seguidas do sobrenome do autor da citação, ano da publicação e número da página, entre parênteses. Exemplo: (Lourenço Filho, 1955, p. 30);

b)citações textuais com mais de três linhas devem aparecer em destaque em um outro parágrafo, com recuo de 4cm na margem esquerda, fonte em tamanho 11, sem "aspas".

Como apresentar as referências no final do texto?
Das referências devem constar nome do autor, título da obra em itálico, cidade da editora, nome da editora, ano de publicação.
Exemplos:
a) obra completa: CAMBI, Franco. História da educação. São Paulo: Unesp, 1999.
b) capítulo de livro: WERLE, Flávia Obino Corrêa. História das instituições escolares: de que se fala? In: LOMBARDI, José Claudinei; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura (orgs.). Fontes, história e historiografia da educação. Campinas: Autores Associados, 2004, p. 13-35.
c) tese: PERES, Eliane Teresinha. Aprendendo formas de pensar, de sentir e de agir: a escola como oficina da vida - discursos pedagógicos e práticas escolares da escola pública primária gaúcha (1909-1959). Belo Horizonte: UFMG, 2000. 493f. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais.
d)texto publicado em anais de evento: GERTZ, René. A nacionalização do Rio Grande do Sul durante o Estado Novo. REUNIÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISA HISTÓRICA, 11, 1991, São Paulo. Anais ... São Paulo: SBPH, 1991, p. 311-317.
e) texto disponível na web: PACHECO, Graciema. Entrevista a William B. Gomes. Porto Alegre, 4 abr. 1991. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/ museupsi/graciema.htm>. Acesso em: 14 set. 2005.
f) artigo publicado em revista: WEINMANN, Amadeu de Oliveira. O conceito de acontecimento na pesquisa em história da educação. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre: Ufrgs, v. 28, n. 1, jan./jul. 2003, p. 49-63.

Como apresentar notas de rodapé?
As notas de rodapé devem ser apresentadas ao longo do texto, com numeração consecutiva e devem ter caráter explicativo.

Como apresentar resenhas?
Em resenhas, deve-se efetuar estudo de texto recentemente publicados ou de obras consideradas clássicas na área. No texto da resenhas deve constar:
a) referência bibliográfica completa da obra;
b) descrição sumária da sua estrutura;
c) indicação do conteúdo geral e tópicos fundamentais;
d) dados biobibliográficos do autor;
e) análise das idéias contidas na obra.

Como apresentar documentos?
Os documentos devem ser transcritos, buscando-se preservar, tanto quanto possível, as características originais. Deve-se informar, pelo menos, referência bibliográfica completa e localização do mesmo (arquivo, biblioteca).

Quem é o responsável pela correção gramatical do texto?
A correção gramatical do texto cabe aos autores. Eventualmente, os editores poderão fazer alterações no texto, com vistas a adequá-los ao padrão editorial revista.

Como se configura a colaboração com a RHE?
A colaboração para com a RHE/Asphe é gratuita e não implica em vínculo de qualquer natureza por parte da revista ou da Asphe.

Os textos publicados representam a expressão do ponto do vista de seus autores e não a posição oficial da RHE/Asphe.

Somente serão aceitos textos apresentados com as configurações acima descritas. Textos que não atenderem a esse padrão, serão automaticamente recusados.






__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
    **Este grupo foi criado com o intuito de promover releituras da HISTÓRIA DO BRASIL e tão-somente  HISTÓRIA DO BRASIL.  Discussões sobre a situação atual: política, econômica e social não estão proibidas, mas existem outros fóruns mais apropriados para tais questões.

                                                                                                    Por Favor divulguem este grupo e grato pelo interesse .
 
Visite o Blog do nosso Grupo:http://www.grupohistoriadobrasil.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Arquivo do blog

Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!