Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

** Ciclo sobre choro

 
Informativo ASA
Choro: uma paixão carioca em forma de música
         A ASAAssociação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação (www.asa.org.br) tem o prazer de convidar para o ciclo de 4 palestras sobre a mais carioca das manifestações musicais: o choro. A partir de 4 de novembro, às 19:30 horas, sempre às quintas-feiras, na sala de vídeo (rua São Clemente, 155), Elza Lancman Greif percorrerá a trajetória do choro, partindo da vida cultural no Rio de Janeiro do século XIX e chegando aos dias de hoje. As palestras serão ilustradas por CDs e, no dia 25 de novembro, encerrando o ciclo, o Grupo de Choro do Conservatório Brasileiro de Música dará uma canja. (
Elza Lancman Greif é Doutora em Música e Educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), mestre em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário (CBM-CEU) e graduada em Piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalha no Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário como coordenadora do Núcleo de Pesquisa José Maria Neves e como professora das disciplinas Fundamentos da Arte-Educação e Iniciação Científica nos cursos de Musicoterapia, Licenciatura em Música e Bacharelado.
            Para participar, é necessário inscrever-se. Basta ligar para a secretaria (2539-7740 e 2535-1808, das 10 às 18 horas) ou mandar os dados para asa@asa.org.br. O ciclo custa R$ 40 (quarenta reais), quantia que deve ser paga na primeira palestra.
Programa
Quinta-feira, dia 4 de novembro
Os primórdios musicais no Rio de Janeiro: o lundu e a modinha.
A chegada da Família Real portuguesa. A intensa vida cultural musical do Rio de Janeiro no século XIX: compositores e mestres de música.
As condições da diversidade étnica, sócio-cultural e econômica dos moradores da cidade.
A emergência da música popular urbana.
Quinta-feira, dia 11 de novembro
As danças. Criação de novas formas rítmico-musicais: a polca, a polca-maxixe, o maxixe, o tango brasileiro, a valsa brasileira.
O choro e sua história. Proveniência e significado de seu nome. A roda de choro. A instrumentação dos conjuntos de choro.
Compositores das novas e autênticas formas musicais: Joaquim Antonio Callado, Henrique Alves de Mesquita, Anacleto de Medeiros, Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth, entre outros.
Quinta-feira, dia 18 de novembro
Entre o choro e o samba. As festas nas casas das tias baianas. Pixinguinha e Donga
Divulgação e recepção da música popular. A impressão de partituras e as inovações tecnológicas: o disco, o rádio.
Chorões no rádio: Benedito Lacerda (flauta), Dino 7 cordas, Meira (violões), Canhoto (cavaquinho), Altamiro Carrilho (flauta) e outros.
Chorões no disco: Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo (cavaquinho) e outros.
Compositores eruditos de choro: César Guerra-Peixe e Radamés Gnattali.
Quinta-feira, dia 25 de novembro
O choro hoje. Permanência e divulgação em escolas de choro, clubes de choro, festivais de choro no Brasil e no mundo.
Participação do Grupo de Choro do Conservatório Brasileiro de Música. Centro Universitário.
Componentes:
Bernardo Diniz: cavaquinho e violão.
Marcel Sousa: bandolim
Rodrigo Revelles: flauta e saxofone soprano
Thais Bezerra: pandeiro
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Arquivo do blog

Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!