Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

domingo, 2 de agosto de 2015

Fundação lança edição 2015 do edital de Humanidades.

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ

Para fortalecer as linhas de pesquisa que contribuam para o desenvolvimento no campo das Ciências Humanas; das Ciências Sociais e Aplicadas, Linguística e Letras fluminenses, a Fundação lança, nesta quinta-feira, 30 de julho, o edital Apoio a Projetos de Pesquisa na Área de Humanidades – 2015. Com recursos da ordem de R$ 3,5 milhões, o programa apoiará projetos coordenados por pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e/ou pesquisa do estado.
Segundo a assessora da Diretoria Científica, Monica Savedra, a ampliação dos recursos já é em si uma boa notícia. "É importante observar que, nesta quarta versão do edital, os recursos foram ampliados a fim de intensificar o estímulo à formação de novos grupos interdisciplinares, cujos objetivos, métodos e inserção são característicos das diversas áreas das ciências humanas, ciências sociais aplicadas, letras, linguística e artes", diz Monica.  
As propostas poderão ser inscritas até 10 de setembro, submetidas por equipes de pesquisadores com vínculo empregatício ou funcional em instituições de ensino superior ou de pesquisa fluminenses. Cada um desses grupos poderá ser integrado por pós-graduandos, estagiários e funcionários técnico-administrativos do quadro das instituições partícipes, devendo ser nomeado um coordenador, a quem caberá o encaminhamento da proposta, desde que com anuência da direção de sua instituição de origem. Os demais participantes são considerados pesquisadores associados.
Tanto o coordenador quanto os pesquisadores associados das equipes inscritas deverão comprovar marcante experiência nas subáreas definidas no edital em que se insira a proposta, particularmente nos últimos cinco anos. O projeto apresentado deverá ter impacto sobre os programas de pós-graduação das áreas envolvidas, e nas instituições a que seus pesquisadores estão vinculados.
De acordo com o montante solicitado, as propostas estarão enquadradas em uma de duas faixas: Faixa A – entre R$ 60.001 e R$ 120 mil – mínimo de quatro pesquisadores doutores; Faixa B – até R$ 60 mil – mínimo de dois pesquisadores doutores. Serão financiadas despesas de capital, como a aquisição de materiais permanentes e equipamentos; e despesas de custeio, como serviços de terceiros (pessoas físicas e jurídicas) de caráter eventual; diárias e passagens (desde que compreendam despesas necessárias para o desenvolvimento do projeto de pesquisa); material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; e despesas de importação.
A divulgação de resultados está prevista para ocorrer a partir de 10 de outubro, enquanto o prazo para a execução de cada proposta contratada será de até 36 meses, a partir da liberação dos recursos.

Responder através da webatravés de emailAdicionar um novo tópicoMensagens neste tópico (1)
    **Este grupo foi criado com o intuito de promover releituras da HISTÓRIA DO BRASIL e tão somente  HISTÓRIA DO BRASIL.  Discussões sobre a situação atual: política, econômica e social não estão proibidas, mas existem outros fóruns mais apropriados para tais questões.

                                                                                                    Por Favor divulguem este grupo e grato pelo interesse .

Visite o Blog do nosso Grupo:http://www.grupohistoriadobrasil.blogspot.com
Yahoo! Grupos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Arquivo do blog

Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!