Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Pré-lançamento de livro sobre a teoria política de Augusto Comte.

 

Autor: 
Gustavo Biscaia de Lacerda
Coleção: 
Série Filosofia, Positivismo e Educação
Ano: 
2013
Formato: 
eBook
Assunto: 
Filosofia, Teoria Política
ISBN: 
978-85-61210-37-3
Preço: 
Pré-lançamento
Sinopse:

Este livro reúne seis artigos escritos por Gustavo Biscaia de Lacerda ao longo dos últimos vários anos a respeito da teoria política positivista, o que naturalmente equivale a dizer "teoria política de Augusto Comte". Esses artigos em alguns casos têm um caráter mais polêmico e em outros um aspecto mais sóbrio (por assim dizer mais "acadêmico"); em todo caso, o princípio que os orienta é a preocupação com a letra e o espírito da obra de Augusto Comte, percebida em sua integridade.


Na verdade, ainda que o termo "naturalmente" é lançado ao se referir à obra de Augusto Comte e a esfera da teoria política positivista, o autor também nota que não é tão "naturalmente" que se faz tal associação. A despeito de Augusto Comte ter criado a palavra "positivismo" para referir-se explicitamente ao seu próprio sistema filosófico, político e religioso, os hábitos acadêmicos ampliaram significativamente o sentido da palavra; essa ampliação foi tão grande e tão ampla que ocorreu o vício teórico que o cientista político ítalo-estadunidense Giovanni Sartori chamou de "conceptual stretching", ou "estiramento conceitual", em que se amplia cada vez mais o conceito até que o resultado final não corresponda mais, ou corresponda de maneira muito imperfeita e inadequada, ao sentido original. Isso se pode perceber pelo fato – simples em si, mas pleno de conseqüências – de que com freqüência as palavras "positivismo" e "positivista" são usadas em sentido negativo (como uma forma de xingamento intelectual) e/ou para descrever práticas, métodos e idéias que, não raro, têm pouco ou nada a ver com as propostas de Comte.
Por outro lado, a expressão "teoria política" apresenta uma interessante ambigüidade, pois pode referir-se tanto ao que a literatura político-sociológica chama de "teoria política normativa" quanto ao que chama de "teoria política empírica". Assim, as idéias e propostas comtianas ao mesmo tempo (1) apresentam critérios e definições do que é bom, belo e justo ("Filosofia Política") e (2) oferecem modelos e parâmetros para o estudo científico da realidade social e moral humana ("Sociologia Política").
Atividade nos últimos dias:

        **Este grupo foi criado com o intuito de promover releituras da HISTÓRIA DO BRASIL e tão somente  HISTÓRIA DO BRASIL.  Discussões sobre a situação atual: política, econômica e social não estão proibidas, mas existem outros fóruns mais apropriados para tais questões.

                                                                                                        Por Favor divulguem este grupo e grato pelo interesse .
     
    Visite o Blog do nosso Grupo:http://www.grupohistoriadobrasil.blogspot.com

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Arquivo do blog

    Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

    Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!