Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

** Encontrados em Florianópolis (SC) destroços de naufrágio que pode ser o mais antigo das Américas

 
Pesquisadores acreditam que as peças são de um naufrágio de 1583.

Fonte: JC e-mail 4286, de 24 de Junho de 2011.  


Destroços encontrados em Florianópolis podem ser o mais antigo registro de naufrágio ocorrido na América no século 16. Na quarta-feira, uma pedra de cerca de 800 quilos foi retirada do fundo mar, perto da Praia de Naufragados, no Sul da Ilha de Santa Catarina.
A peça, em formato quadrangular, foi esculpida em alto relevo com o escudo das armas da Espanha. Pesquisadores acreditam que o material é de um naufrágio de 1583.Outra pedra, com inscrições em latim e citando o rei Felipe II da Espanha, além de dois ornamentos em formato circular, deverão ser retirados do mar em três semanas. Um canhão, com mais de três metros de comprimento, também permanece submerso, sua retirada deve levar mais de um ano para acontecer, devido ao tamanho e ao peso. A estimativa do ano do naufrágio foi possível por meio das informações que estão fundidas na arma, que datam de 1566.
A descoberta foi feita por mergulhadores do Projeto Barra Sul, que fazem pesquisas arqueológicas subaquáticas nas imediações das praias de Naufragados, Ponta do Papagaio, do Sonho e Pântano do Sul. A região é considerada o maior santuário naufrágios no Brasil.Entre os séculos 16 e 17, o Sul da Ilha era considerado um ponto estratégico de abastecimento para os navegadores que serviam aos reinos de diversos países europeus e seguiam rumo ao Rio da Prata.As pesquisas preliminares indicam que a embarcação La Provedora, que significa barco de carga, saiu da Espanha com os materiais que seriam usados para a construção de duas fortalezas no Estreito de Magalhães, no Chile. As pedras seriam postas em frente aos fortes para identificar a quem pertencia o local.
- Na época, os barcos paravam na baía Sul para se abastecerem de provisões e eram surpreendidos pela geografia acidentada da região e acabavam naufragando - explica o diretor do projeto Gabriel Corrêa.
 - É uma das descobertas mais importantes para a história de Santa Catarina, porque escreve outra página da colonização europeia no Brasil e vai agregar informações ao conteúdo histórico que já existe - considera a arqueóloga Deisi S. E. de Farias, que participa do projeto. O naufrágio mais antigo registrado na América, até então, é do galeão Santíssimo Sacramento, que afundou na Bahia em 1668.O material retirado do mar será encaminhado ao Laboratório de Arqueologia da Unisul para dessalinização e higienização. E depois deve ser encaminhado a um museu.
(Zero Hora)


__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
        **Este grupo foi criado com o intuito de promover releituras da HISTÓRIA DO BRASIL e tão-somente  HISTÓRIA DO BRASIL.  Discussões sobre a situação atual: política, econômica e social não estão proibidas, mas existem outros fóruns mais apropriados para tais questões.

                                                                                                        Por Favor divulguem este grupo e grato pelo interesse .
     
    Visite o Blog do nosso Grupo:http://www.grupohistoriadobrasil.blogspot.com

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Arquivo do blog

    Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

    Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!