Este espaço é reservado para troca de textos e informações sobre a História do Brasil em nível acadêmico.

sábado, 18 de dezembro de 2010

** ARMANDA ÁLVARO ALBERTO

 

Uma vida dedicada à educação






"Mate com angu" é uma expressão famosa na Baixada. Batiza estabelecimentos comerciais e até mesmo um cineclube. Mas sua origem está em 1921, ano de inauguração da Escola Proletária de Meriti (que ficava em Duque de Caxias), uma das primeiras no Brasil a servir merenda. A ideia foi de sua fundadora, Armanda Álvaro Alberto, que lutou pela democratização do ensino e criou um colégio gratuito e aberto à comunidade, numa época em que a população da região, em sua maioria analfabeta, era devastada pela malária.
A expressão foi cunhada pelo delegado Filinto Müller, que perseguiu Armanda durante a ditadura do Estado Novo, de Getúlio Vargas, como conta a escritora Dalva Lazaroni no livro "Mate com angu, a história de Armanda Álvaro Alberto", lançado pela editora Europa (R$ 49,90), na Biblioteca Leonel Brizola no último dia 7.
— A pressão contra a escola era tão grande que ela teve que mudar o nome da unidade da Escola Regional de Meriti. Achavam que a palavra "proletária" era vinculada ao comunismo — explica Dalva, que foi aluna de Armanda.
A escritora explica que a expressão "mate com angu" tinha um tom pejorativo:
— Mas, com o tempo, caiu no gosto da população. Armanda era acusada de subversiva e de fazer da escola um grande restaurante, mas argumentava: "Dá para aprender com fome? E com fome dá para viver?"
A trajetória de Dona Armandinha, como era chamada por seus alunos, é contada ao longo de 590 páginas. A obra é resultado de 20 anos de pesquisas sobre cerca de seis mil documentos. Nas pesquisas, Dalva conseguiu a ilustração de um projeto de construção da segunda sede da escola, asssinado por Lúcio Costa em 1928. Além disso, o livro traz fotografias da família de Armanda: a mãe, Maria Teixeira da Mota e Silva; o pai, o cientista Álvaro Alberto da Silva, um dos precursores do estudo da pólvora no país; e o único irmão de Armanda, o oficial da Marinha Álvaro Alberto Motta da Silva, pioneiro no estudo da energia atômica, e que dá nome à usina nuclear de Angra dos Reis.



RESUMO DE MATÉRIA DO CADERNO ELA- O GLOBO- P.3 DE 18/12/2010

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
        **Este grupo foi criado com o intuito de promover releituras da HISTÓRIA DO BRASIL e tão-somente  HISTÓRIA DO BRASIL.  Discussões sobre a situação atual: política, econômica e social não estão proibidas, mas existem outros fóruns mais apropriados para tais questões.


                                                                                                        Por Favor divulguem este grupo e grato pelo interesse .
     
    Visite o Blog do nosso Grupo:http://www.grupohistoriadobrasil.blogspot.com

    __,_._,___

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Arquivo do blog

    Seguidores do Grupo de Estudos da História do Brasil - GEHB.

    Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!